O home office é uma alternativa segura?

Foto: Flickr / Fabrice Florin

Foto: Flickr / Fabrice Florin

Post do site Vagas mostra que cada vez mais empresas estão aderindo a essa modalidade, que já não é novidade e inclusive tem leis que regulamentam esse tipo de atividade. A matéria mostra quais os perfis ideais de funcionários que podem aderir ao sistema.

Para começar, o artigo mostra que trabalhar de casa tem seu lado bom e ruim. Se de um lado pode aumentar a produtividade, em alguns casos pode deixar o profissional isolado e esquecido – tanto dos colegas, como da chefia. O grande desafio é realizar a troca diária de informações com líderes e gestores, uma tarefa essencial neste esquema.

O site destaca que é necessária uma boa dose de autoconhecimento para aderir ao home office. Para isso, o funcionário deve ter foco, ser uma pessoa direta, assertiva, comunicativa e que preze pelos detalhes.

Ficou interessado no home office? Leia mais no artigo do Vagas.com.br: http://www.vagas.com.br/profissoes/acontece/no-mercado/home-office-uma-alternativa-no-mundo-corporativo

j j j

Os segredos para pequenas empresas terem sucesso?

Foto de uma calculadora azul

Foto: Flickr

O especialista Gary Hamel foi ouvido pelo jornal americano Los Angeles Times e mostra quais são os caminhos para se ter sucesso quando você é microempresário. Para ele, o desafio está em saber como alcançar a inovação, especialmente para donos de empresas pequenas que conhecem produtos, serviços e o mercado em que estão atuando. Entre as dicas, o consultor recomenda ser fiel à realidade, fazer uma boa pesquisa e não desistir facilmente.

Coletar dados é muito importante. Somente com essa etapa o empresário pode decidir se o seu produto, serviço ou ideia realmente vai ter realmente sucesso. A dica básica é pesquisar seu mercado entre diversos grupos demográficos, e perguntar às pessoas o que elas acham da sua ideia.

Outro fato essencial é estar consciente dos custos para não gastar dinheiro onde não precisa. E, sempre que possível, manter o negócio enxuto. Um exemplo é não contratar mais pessoas do que o necessário. E talvez terceirizar pequenos trabalhos que não são o foco da sua empresa.

Nesta mesma linha, é imprescindível economizar nos custos em aluguel. Se você pode desempenhar as mesmas funções em casa; faça-as na sua sala ou escritório. Se você for lançar um produto, fique atento à questão da embalagem: ela é cartão de visitas do seu negócio. Para quem trabalha com serviços, é interessante ter um bom site e uma apresentação digital eficiente.

O consultor aconselha aos empresários serem realistas. Mesmo um grande produto precisa ser bem trabalhado para obter mercado e cair nas graças dos consumidores. A dica final é ser persistente, já que sempre surgem obstáculos em seu caminho.

Leia na íntegra (em inglês):
http://www.latimes.com/bp/la-ara-21716-expert-tips-to-help-small-businesses-innovate-their-way-to-success-20150505-adstory.html

j j j