O que é preciso para trabalhar no exterior

Foto de Nova York

Foto: Flickr / Robert Nyman

Post da Exame traz uma lista de coisas para se pensar antes de mudar para o exterior pensando em trabalho. Uma delas é que normalmente o funcionário vai ganhar menos e gastar mais para manter o mesmo nível de conforto.

A reportagem também compara os diferentes benefícios trabalhistas nos países do exterior. Um exemplo é que a licença-maternidade não é paga em lugares como os Estados Unidos. Por fim, a matéria cita o alto custo de vida de algumas capitais europeias, em especial no aluguel, o que faz muitos expatriados procurarem morar nas regiões de subúrbio.

Saiba mais no link:

http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/noticias/o-que-analisar-antes-de-decidir-trabalhar-no-exterior

Deixe um Comentário

20 + 4 =