Os extrovertidos ganham mais dinheiro que os introvertidos?


 

Um dos livros já citados neste blog traz uma premissa interessante: os introvertidos tendem a ganhar menos que os que são mais extrovertidos. A obra em questão é “Quiet: The Power of Introverts in a World That Can’t Stop Talking”, que no Brasil foi publicado como “O Poder dos quietos” (Editora Agir).

A autora Susan Cain mostra como os tímidos e introvertidos são subvalorizados, e como todos perdem com isso. Ela questiona os valores dominantes no mundo empresarial de hoje e reforça que os introvertidos tendem a buscar o caminho da inovação por meio colaboração entre seus pares. E afirma que o potencial de liderança dos introvertidos é frequentemente subestimado.

A tese da americana foi realizada após uma extensa pesquisa ouvindo histórias reais. Ela sugere que os introvertidos ganham menos porque tendem a ser menos movidos por recompensas financeiras como um alto salário. Em vez disso, eles estão geralmente atraídos por empregos que lhes proporcionam um sentido mais profundo de significado, algo que valha a pena de ser executado.

Mas o livro não é negativista. Susan acredita que no futuro a diferença salarial e de oportunidades entre um e outro vai se tornar cada vez mais tênue. Neste cenário, toda a cadeia produtiva vai ter benefícios, em especial as companhias que buscam a liderança em setores da economia criativa.

Confira a palestra da autora no TED acime e mais infos sobre este tema:
http://www.businessinsider.com/susan-cain-on-why-extroverts-earn-more-2015-5
http://capitaldeideias.com.br/2015/07/10-livros-para-instigar-a-sua-cabeca.html
http://opoderdosquietos.com.br
http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/descubra-como-a-introspeccao-pode-ser-poderosa

Deixe um Comentário

três × dois =